Saúde

Covid-19: não é hora de relaxar os cuidados!

  • EditorChefe
  • data
  • 0
  • 0

A pandemia do Covid-19 continua, mas você já deve ter visto cenas como praias lotadas, aglomerações em shoppings, supermercados, igrejas e até mesmo em eventos, que aos poucos recomeçam as atividades visto que, aparentemente, a curva de contaminação e mortes pelo novo coronavírus no Brasil está caindo significativamente em todas as regiões.

Mas é hora de relaxar as medidas de segurança e isolamento? Por que as crianças ainda não podem voltar para escola, mas as praias estão cheias? Por que algumas coisas podem e outras não podem?

A resposta mais assertiva para essas indagações é a falta de responsabilidade de uma parcela da população. Segundo os especialistas, o pico de contaminação e mortes no Brasil provocadas pelo Coronavírus foi entre os meses de julho e agosto (auge do inverno). Após esse período o número de pessoas com anticorpos aumentou significativamente. Mas o vírus continua por aí, circulando.

Pessoas têm livre arbítrio, mas falta responsabilidade! 


O motivo de as escolas ainda estarem fechadas se deve ao fato de proteger e de não expor os familiares dos alunos como pais, avós e outras pessoas, que possam ser do grupo de risco, ao contágio do novo Coronavírus. As crianças, como se sabe pelos dados e estudos, são pouco atingidas pelo vírus. Elas são, em tese, mais resistentes, todavia os jovens podem ser o “passaporte” para o Covid-19 entrar em casa e infectar familiares do grupos de risco, pessoas que até então estavam se cuidando no isolamento.

As pessoas que vão aos shoppings, bancos, praias e templos, devem estar cientes que esses espaços são lugares com altas chances de contaminação. E se você ir nesses locais, deve evitar o contato com pessoas do grupo de risco até que uma vacina esteja circulando no país, imunizando as pessoas com comorbidades e posteriormente toda a população.

Pessoas estão cansadas do Covid, das máscaras e do isolamento


Para muitas pessoas a quarentena foi algo difícil de suportar. A proibição de encontros, festas e a falta do contato social afetou muita gente que nunca tinha passado por uma experiência semelhante. Mas ainda não é hora de relaxar!

Quando a população vê cenas como praias lotadas, shoppings abertos, e a vida voltando “ao normal”, ela logo que fazer parte de tudo isso. E se o coleguinha pode, por que eu não posso? Afinal, estamos todos cansados de máscaras e isolamento, não é mesmo?

Falta de cuidados quanto ao Covid-19 pode gerar efeito dominó


Países europeus que afrouxaram as restrições se depararam com os gráficos voltando a subir, como a Espanha, por exemplo, mostrando que, independente da estação do ano, enquanto não houver uma vacina eficaz os ciclos vão e podem voltar. Por isso, não se canse dos cuidados.

Caso a população não continue adotando as medidas de segurança e isolamento social, não é descartado um novo aumento na infecção pelo novo Coronavírus visto que com o tempo os anticorpos produzidos pelo corpo para aquele vírus, vão diminuindo com o enfraquecimento do Covid-19 no organismo.

Uma mesma pessoa pode não adoecer de novo pelo Covid-19, mas pode passar o vírus para outras que até então tinham passado ilesas sem o contato com o vírus. Por tanto, proteja quem você ama e continue tomando os cuidados necessários para que não soframos com uma segunda onda de contaminação, é dever de todos nós e só depende de nós!

Para saber sobre cuidados para evitar a contaminação no trabalho pelo Covid-19, acesse esse link.

Instituto Mix segue firme quanto as medidas de prevenção ao Covid-19


O Instituto Mix reforça que segue contribuindo com os órgãos de saúde pública para evitar a contaminação pelo novo Coronavírus, e segue atuando na higienização constante das escolas, com restrições quanto a número de alunos em sala de aula e outras medidas que visam proteger nossos alunos e colaboradores.